Comunidade de Israel Comunidade de Israel Comunidade de Israel

:: Declaração de Fé ::
  1. 1. De Yah Elohim Único e Rei do Universo:

 

Cremos que Yah é o Único Criador, Rei do Universo e Moshia (Salvador). Eterno, onipresente, onipotente e onisciente, ninguém se iguala a ele em existência, poder ou sabedoria. Imutável, não cresce em poder e nem diminui em força. Invisível, habita na luz inacessível, não mora com os filhos dos homens e nem pode ser visto por ninguém.

 

  1. 2. Da Torah de Moshe Rabeinu. (Moises nosso Pai)

 

Cremos que Yah falava diretamente com Moshe a quem deu a Torah (Lei) que é perfeita, santa, justa, boa, eterna e irrevogável e não necessita acréscimos, melhoras e re-interpretações a seus mandamentos, estatutos e juízos pelos quais identificamos o pecado e a virtude e por cuja obediência somos santificados e recompensados aqui e na eternidade.

 

  1. 3. Da nossa Fé nos profetas da Verdade e da Justiça.

 

Cremos na palavra dos profetas, em seus juízos e incondicionais promessas de restauração de Israel e do mundo, nas narrativas da Bíblia Hebraica sobre a história de Israel e no que os ketuvim netzarim (escritos nazarenos) dizem sobre a vida, obra, ensino, doutrina e revelações de Elohim Av (Supremo Pai) a Yeshua e a seus enviados.

 

  1. 4. De Nosso Apego a Todas as Festas Bíblicas.

 

Cremos na perpetuidade dos moedim (tempos apontados), no shabat (sábado) iniciado ao fim do sexto dia, na renovação do mês pela lua nova visível, no Pessach (páscoa), nos Pães sem Fermento, nas Primícias, nas Semanas, nas Trombetas, na Expiação e nos Tabernáculos, bem como no milagre de Chanuká (Dedicação do Santuário) e na libertação do Purim (Sortes).

 

 

  1. 5. De Yeshua como Único Meio de Salvação.

 

Cremos que Yeshua Ben Yosef (Filho de José), é o Filho de Yah, é o Servo Sofredor e que o Pai nos salva pela sua vida, sara pelas suas feridas e justifica por sua morte e que ao ressuscitá-lo, elevou-o a príncipe e Salvador de Israel, deu-Lhe o nome que está acima de todo o nome, o ter vida em si mesmo e todo o poder para reinar sobre as nações com vara de ferro.

 

  1. 6. Dos Nomes do Pai e do Filho

 

Cremos que os nomes do Pai e do Filho devem ser pronunciados na lashom ha kadosh (língua sagrada) falada pelos profetas, assim recusamos o uso dos nomes dos ídolos que nem mesmo devem ser achados em nossos lábios e aguardamos o dia em que Yah concederá língua pura aos povos, para que todos invoquem Seu nome em uníssono.

 

  1. 7. Da Tevilah (Batismo) em Nome de Yeshua há Maschiach

 

Cremos que os crentes devem ser imersos em nome de Yeshua Há Maschiach o Filho de Yah, em quem seus pecados são remidos e por cujo meio testemunham publicamente seu ingresso na Comunidade de Israel e sua fé na vida, morte e ressurreição do Cordeiro e sua certeza da vida eterna agora e subseqüente glória e ressurreição no seu regresso.

 

  1. 8. Da Nossa Natureza Pecaminosa e da Vida Substituta de Yeshua

 

Cremos que não há quem não peque, que em nós não há nenhum bem, que nossas justiças são imundas e merecem a condenação, e que somos salvos somente pela livre e soberana graça pela qual Yah nos imputa a vida sem pecado, morte substituta e gloriosa ressurreição de Seu Filho Yeshua como se tivéssemos vivido, morrido e ressuscitado com ele.

 

 

  1. 9. Da Guarda de Todos os Mandamentos e das Boas Obras

 

Cremos que temer a Elohim e guardar seus mandamentos é dever de todo o homem e que os salvos são chamados com santa vocação e criados no Maschiach (Messias) para as boas obras que aperfeiçoam a fé, levam os homens a glorificar o Criador, conferem bênçãos temporais e determinam o galardão e a posição de cada um no reino messiânico.

 

  1. 10. Das Boas Obras, do culto, Lei, Alianças e Adoção dos Israelitas

 

Cremos que não há boas obras além das ordenadas pela Torah, nem más obras senão as que ela proíbe, e que não há culto, legislação e alianças além do confiado aos israelitas de quem são os patriarcas e o Maschiach segundo a carne e que os oráculos de Elohim foram confiados aos yehudim (judeus) que sabem o que adoram e dos quais vem a salvação.

 

  1. 11. Das Alianças com Israel no Sinai e em Moab e Sua Renovação Final

 

Cremos que a aliança do Sinai foi substituída pela plena e perfeita aliança de Moav (Moab) confirmada pelo sangue vertido no Gólgota e que se tornará a Aliança Renovada com a Casa de Israel e a Casa de Judá, quando o Maschiach voltar a Tzion (Sião) para tirar o coração de pedra e os pecados de Yakov (Jacó), dando um novo coração disposto a cumprir a Torah.

 

  1. 12. Da Providência de Elohim Regendo Todas as Coisas e Eventos

 

Cremos que o Adon Olam (Rei do Universo) rege, pela sua providência a todas as coisas pelos meios e leis fixas por ele mesmo criadas, mas é livre para ignorar estes meios ou contrariá-los mantendo sob seu controle a matéria inanimada e a natureza animada com todas as criaturas, bem como a vontade dos homens e dos anjos bons ou maus.

 

  1. 13. Da Depravação Total da Alma Humana

 

Cremos que pelo pecado de Adam, seus filhos herdam  uma alma depravada, morta em delitos e pecados, incapaz de se submeter à Elohim ou entender as coisas do espírito, e que unicamente pelo novo nascimento é possível re-estabelecer a união perdida, alcançar verdadeira liberdade, bem como ver ou entrar no reino dos céus.

 

  1. 14. Da Predestinação dos Santos à Glória Eterna Antes da Fundação do Mundo

 

Cremos que antes da fundação do mundo, o Pai movido unicamente por sua graça, destinou para a gloria eterna parte dos anjos e dos homens. Estes homens são os filhos da luz, os eleitos, a semente da mulher, a boa semente, o trigo semeado pelo Filho do Homem e as ovelhas que foram dados ao Maschiach por juramento eterno e infalível para que as salve.

 

  1. 15. Da Expiação Limitada de Yeshua em Favor dos Eleitos

 

Cremos o Eterno Pai enviou a Yeshua como o Bom Pastor para interceder pelas ovelhas, ser julgado e condenado em lugar delas, expiando seus pecados através de sua morte e pagando o preço de sua eterna redenção de tal forma que não possam mais ser condenadas, pois o tribunal celestial não pode julgar duas vezes o mesmo delito.

 

  1. 16. Da Chamada Eficaz de Todos Aqueles por Quem o Maschiach Morreu

 

Cremos ainda, que nem todos os que são externamente chamados por instrumentos humanos, através do ministério da Palavra respondam ao chamado; todos aqueles por quem o Maschiach morreu serão eficazmente chamados pela Ruach (espírito) com uma santa vocação, conduzidos ao Supremo Pastor e seguramente salvos da morte eterna.

 

 

  1. 17. Da Perseverança dos Santos Até o Fim, Mesmo que Caiam em Pecado

 

Cremos que todos os que nascem de Elohim vencem o mundo e jamais perecem, que nem o presente e nem o porvir os separará de Seu amor, e que se caírem se levantarão, se vierem a se perder serão trazidos de volta, se deixarem a casa do pai voltarão, pois o Supremo Pastor os guarda do maligno e certamente terminará a boa obra começada neles.

  1. 18. Da Imortalidade Trazida por Yeshua há Maschiach e Dada aos Crentes

 

Cremos que quem ouve a palavra de Elohim e crê em Seu Filho, possui imortalidade, mesmo deixando este corpo irá ao seio de Avraham, lugar incomparavelmente melhor, onde dorme para as coisas dessa vida, mas permanece louvando o Criador e clamando por justiça esperando a ressurreição e a recompensa eterna.

  1. 19. Do Endurecimento dos Réprobos e da sua Justa Condenação

 

Cremos que Yah por seu sábio e justo conselho e presciência a nós oculto, endurece o coração dos bodes, ou filhos do maligno, os quais como joio, nuvens sem água, vasos da ira e bestas irracionais, naturalmente feitas para a perdição amam a morte e são entregues às suas paixões e à operação do erro para crerem à mentira e não se salvarem.


  1. 20. De Israel, a Plenitude dos Gentios Sendo Pescado Como Peixes 

 

Cremos que a aliança feita por Yah com os patriarcas de multiplicar sua semente como as estrelas, como o pó e como peixes na terra, se cumprirá por meio das tribos perdidas de Efraym e que por elas Israel se multiplica mil vezes, se torna a plenitude dos gentios e retorna através dos pescadores da bessorat (boas novas) enviados por Yeshua.

 

 

  1. 21. Do Divórcio Entre Elohim e a Casa de Israel Para Salvar os Gentios

 

Cremos que Yah se divorciou temporariamente da Casa de Israel, não da Casa de Judá, e que a linhagem de seu povo vem por meio dos ramos da oliveira quebrados por sua infidelidade e enxertados no zambujeiro onde produziram ramos abundantes que são re-enxertados na boa oliveira, a mesma onde os gentios convertidos são enxertados.


  1. 22. Da Circuncisão Facultativa aos Gentios e Obrigatória a Israelitas e Judeus

 

Cremos que a circuncisão não é obrigatória aos filhos de Yafet (Jafé) tementes a Yah, mas é sinal perpétuo para os filhos de Avraham (árabes ou israelitas) e a gentios que morem em suas tendas, sendo vantajosa e proveitosa aos guardadores da Torah, pois incircuncisos de carne, de coração e imundos não mais entrarão em Yerushalaym (Jerisalém) ou no Santuário.


  1. 23. Das Setenta Semanas Iniciadas em 538 AM e Ainda não Concluídas

 

Cremos que as 70 semanas de Daniel 9 iniciam em 538 AM (antes do Messias), com a ordem de Ciro para reconstruir Yerushalaim (Jerusalém) e o Templo, que as 62 semanas nos levam à morte do Maschiach (Messias), que a destruição do Segundo Templo se deu num de seus intervalos e que a 70ª semana começa com o 3° Templo e seu culto restaurado e termina com a volta do Maschiach (Messias).


  1. 24. Do Retorno de Eliahú, Profeta de Shomeron (Samaria) e Efraim que Precede o Messias

Cremos que Elyahú há Navi (profeta Elias) retornará à terra de Israel para restaurar todas as coisas e levar seus filhos de volta ao culto, à aliança dada a seus pais, aos altares e à Torah de Moshe, anulando leis e tradições humanas que lhe sejam contrárias e preparando assim o retorno do Maschiach em poder e majestade.

 

  1. 25. Do Arrebatamento e Ajuntamento dos Dispersos de Israel no Dia de Yeshua

 

Cremos que o arrebatamento ao soar o shofar de Elohim é a obra sobrenatural pela qual o Maschiach trará todos os israelitas dispersos dentre as nações de volta à terra de Israel, tanto os que viverem no corpo como os que partiram para o seio de Avraham, serão ressuscitados para se unirem com os vivos no Monte das Oliveiras.


  1. 26.Do Reinado Milenar de Yeshua em Yerushalaim Sobre Israel e os Gentios

 

Cremos que o Maschiach restaurará o reino de Davi, prenderá Satán no abismo, lançará a Besta e o falso profeta no lago de fogo, governará as nações com vara de ferro por mil anos, submetendo-as à Torah e levando-as a Yerushalaym para adorar o Rei e celebrar a festa dos tabernáculos e que depois disso entregará o reino a seu Elohim e Pai.